Atores envolvidos no desenvolvimento do transporte sustentável já podem se beneficiar de importante documento que ajuda a pensar no futuro da locomoção nas cidades brasileiras. A PNME, Plataforma Nacional de Mobilidade Elétrica, acaba lançar o Primeiro Anuário Brasileiro da Mobilidade Elétrica.

Com 180 páginas, a obra entrega ampla radiografia do setor no País com o objetivo de promover conhecimento para desenvolvimento do mercado de veículos elétricos, contribuir com capacitação profissional, além de bases para endereçar políticas públicas.

A publicação foi resultado da participação de diversos especialistas e, segundo a PNME, permite alinhar o tema entre organizações da sociedade civil e públicas. “O estudo foi construído para gerar um panorama abrangente desta pauta tão fundamental para o desenvolvimento sustentável do Brasil”, diz em nota Marcus Regis, coordenador-executivo da PNME.

O material reúne exemplos de inciativas de empresas e organização em relação a eletromobilidade e as tecnologias existentes. Aborda questões da saúde pública, do transporte, além de analisar o mercado. Compõe ainda modelos de negócios que ajudam a encaminhar o desenvolvimento da mobilidade elétrica no País, tamanho e evolução da frota, como também os veículos mais negociados por região.

Anúncio

O Anuário ainda inclui três apêndices, que complementam o conhecimento sobre a produção, o mercado, a pesquisa, as políticas públicas e a atuação da sociedade civil em torno da pauta. O documento é gratuito e disponível no site da PNME.

LEIA MAIS

→AEA cria diretoria de Eletromobilidade

→Nissan comemora 150 Leaf vendidos no País

→VWCO e CPFL unem forças em mobilidade elétrica

→VWCO oficializa venda dos primeiros 100 e-Delivery para a Ambev