Após cinco anos de sua criação no México, a Kavak, startup de compra e venda online de veículos usados, iniciou oficialmente nesta terça-feira, 27, suas atividades no Brasil, maior mercado automotivo da América Latina. Incluindo infraestrutura de apoio e que envolve até mesmo lojas próprias, o projeto consumiu inicialmente R$ 2,5 bilhões.

O venezuelano Roger Laughlin, CEO da operação brasileira, não esconde que a meta é fazer da Kavak a maior plataforma do segmento no País. A meta, antecipa o executivo, é negociar pelo menos 50 mil veículos nos próximos até o fim do ano que vem por meio de site e aplicativos próprios.

A Kavak comprará os veículos de particulares e os revenderá, o mesmo modelo de negócio adotado no México. Aqui a empresa limitará sua atuação somente a automóveis com menos de 10 anos de uso. Eles serão oferecidos pelos próprios proprietários à empresa de forma online. O valor é determinado com base nas informações que serão repassadas ao sistema de avaliação da plataforma e, uma vez aceito o valor, a Kavak verificará documentação e 240 itens antes de fechar a compra.

O carro adquirido será revisado e posteriormente ofertado na plataforma ou até nas lojas da empresa com garantia de 2 anos. A operação brasileira já conta com seis showrooms na cidade de São Paulo e um centro de revisão na vizinha cidade de Barueri, infraestrutura física que ocupa 300 mil m²  e deve ser pelo menos triplicada até o fim de 2021. Laughlin estima também dobrar o atual quadro de 500 funcionários e chegar a 20 pontos físicos de venda no mesmo prazo.

Já para início de operação a plataforma tem cerca de 2,5 mil veículos revisados e certificados e que podem ser financiados por instituições parceiras da startup e presentes na ferramenta. A ideia é que até o fim de 2022 a empresa tenha perto de 100 mil veículos para ofertar.

Anúncio

Mesmo após concluído o negócio, a Kavak abre a possibilidade de o cliente devolver o carro, ter de volta o dinheiro integralmente ou trocá-lo por outro modelo caso não goste da escolha. Para isso, ele terá 7 dias ou até 300 quilômetros rodados para decidir.

LEIA MAIS

→ Renault registra recorde de venda online de peças

→ Karvi investe na credibilidade das vendas online

Com valor de mercado estimado em US$ 4 bilhões no ano passado, a Kavak também está presente na Argentina desde 2020. A chegada ao Brasil integra o plano estratégico de crescer globalmente e foi encaminhada após  captação de US$ 485 milhões  em abril. No País, lembra a startup, são negociados anualmente perto de 10 milhões de veículos usados anualmente, 60% deles em transações entre pessoas físicas.

” A Kavak Brasil será a nossa maior operação. Estamos investindo dez vezes mais aqui do que em qualquer outro país devido ao tamanho do mercado”, enfatiza Laughlin, que não descarta a possibilidade de fazer da Kavak também uma plataforma de negócios de motos e caminhões no futuro.


Foto: Divulgação