A indústria brasileira de implementos rodoviários intensifica estratégia de buscar novos mercados e negócios no exterior. Em missão comercial realizada no Peru nos dias 11 a 14 de setembro, doze empresas encaminharam exportações da ordem de US$ 14 milhões, conforme balanço divulgado na segunda-feira, 22, pela Anfir, a associação que representa os fabricantes do setor.

A missão envolveu a participação brasileira em uma Rodada de Negócios, dia 11, e na Expomina, evento da área de mineração realizado de 12 a 14, ambas em Lima. Parte do MoveBrazil, Programa de Internacionalização da Indústria de Implementos Rodoviários, a iniciativa foi coordenada pela Anfir em parceira com a Apex-Brasil, Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos.

“Os negócios de exportação estão ganhando mais espaço no planejamento das empresas brasileiras, o que explica a adesão as missões propostas”, avalia Mario Rinaldi, diretor Executivo da Anfir.

LEIA MAIS

Anfir: recuperação a passos lentos.

Anfir abre portas no México

Anúncio

Anfir estreita relação com o Panamá

Da Rodada de Negociações na capital peruana participaram as empresas Al-Ko Brasil, Aspock do Brasil, Facchini, Forbal Automotive, Grimaldi, Hidromas Brasil, Ibiporã, Librelato, Planalto, Randon e Rossetti, que fecharam negócios da ordem de US$ 8 milhões.

Dessas onze empresas, sete também estiveram presentes na Expomina 2018 (Al-Ko Brasil, Aspock do Brasil, Facchini, Grimaldi, Hidromas Brasil, Randon e Rossetti), além da Schwing Stetter, fabricante de implementos para a área de construção civil.

A indústria brasileira de implementos rodoviários, segundo dados da Anfir, exportou total de 2.715 unidades de janeiro a setembro deste ano, com pequena alta de 1,3% sobre as 2.680 embarcadas no mesmo período do ano passado.

Implantado há três anos, o MoveBrasil, que dá suporte a cinquenta empresas do setor inscritas no programa, já gerou US$ 69,2 milhões em exportações da indústria brasileira principalmente para países da América Latina.


Foto: Divulgação/Randon