Mês passado, a JAC foi a marca que mais entregou carros 100% elétricos ao mercado. De acordo com os números revelados pela empresa, novembro registrou vendas de 62 modelos no País, dos quais 29 da fabricante chinesa, especialmente o iEV40, que anotou 23 unidades emplacadas.

Sérgio Habib, presidente do Grupo SHC, representante da marca no Brasil, admite ainda ser um volume modesto, embora caiba lembrar que o mês passado marca início das vendas do portfólio elétrico da JAC.

“A participação de 47% nas vendas é um resultado bastante expressivo, principalmente porque ainda temos modelos que estão chegando nos próximos meses e a perspectiva é crescer muito os volumes”, avalia em nota o executivo.

LEIA MAIS

→JAC acelera mobilidade elétrica no País

→EDP criará primeira rede de recarga ultrarrápida para veículos elétricos

→Zletric objetiva 400 pontos de recarga para híbridos e elétricos

Anúncio

→Distrito Federal isentará veículos elétricos de IPVA por 5 anos

A tendência de crescimento nas vendas de veículos com acionamentos puramente elétricos ou híbridos já se confirma de maneira vigorosa.

Pelo mais recente levantamento da Anfavea, no acumulado do ano até novembro, as vendas de modelos com essas configurações somaram quase 9,5 mil unidades, volume que representou alta de 167% na comparação com o mesmo período do ano passado, quando registrou 3,5 mil licenciamentos.

Somente em 2019, as vendas de veículos híbridos e elétricos variaram 444%, saíram de 370 unidades emplacadas em janeiro e alcançaram pouco mais de 2 mil licenciamentos em novembro.

A participação no mercado total de automóvel e comerciais leves ainda não chega a meio ponto porcentual (0,4%), mas certamente a ser medir pelo avanço apresentado, híbridos e elétricos começam a ocupar seus espaços.


Foto: JAC Motors/Divulgação