A Nissan e Uber assinaram parceira de mobilidade na qual a fabricante colocará à disposição até 2 mil unidades do elétrico Leaf para motorista que trabalham com o aplicativo de transporte sob demanda na cidade de Londres, Inglaterra.

Os veículos contribuirão para a Uber atingir os objetivos propostos pelo Plano Ar Limpo (Uber’s Clean Air Plan) que traça ter, até 2025, por volta de 45 mil motoristas utilizando um veículo 100% elétrico na capital londrina. No acordo, além dos Leaf, a Nissan promoverá treinamento, preços facilitados e plano de marketing.

Taxa de ar limpo

Lançado no ano passado, o Plano Ar Limpo pretende ser mais um reforço no combate à poluição do ar, incentivado os motoristas da Uber a optarem por veículos elétricos. Ao trabalhar com modelos sem motor a combustão, o motorista recebe da empresa a Taxa de Ar Limpo: 15 centavos de libra a cada 1,6 quilômetro rodado (1 milha) por Londres.

Anúncio

No primeiro ano, a Uber levantou mais de 80 milhões de libras para apoiar os motoristas na transição para os veículos elétricos, com uma projeção de arrecadar mais de 200 milhões de libras nos próximos anos. O plano já contabilizou mais de 900 mil viagens feitas com veículos elétricos e, semanalmente, mais de 500 motoristas passam a utilizar modelos de emissão zero.

LEIA MAIS

→Elétrico Nissan Leaf começa a ser vendido por R$ 195 mil

→Leaf supera 400 mil unidades vendidas no mundo