Organização responsável por ações socioambientais da Renault no Brasil, o Intituto Renault completou exatos 10 anos este mês. Desde sua criação oficial, em 14 de setembro de 2010, a entidade calcula ter beneficiado mais de 755 mil pessoas apoiando ou desenvolvendo projetos para inclusão e mobilidade.

O instituto replica no Brasil modelo de atuação desenvolvido pelo grupo francês em vários países de todos os continentes. “A Renault está consciente do seu papel na construção de uma sociedade mais humana, mais justa e mais sustentável. Seguiremos atuando para gerar renda, estimular o empreendedorismo social e a educação”, diz Ricardo Gondo, presidente do Instituto Renault e da Renault do Brasil.

“Esse marco [10 anos] só nos motiva ainda mais para continuar transformando a vida de milhares de pessoas”, completa Caique Ferreira, vice-presidente do Instituto Renault e diretor de comunicação da Renault do Brasil, que, dentre as várias ações e parcerias da organização, destaca a Associação Borda Viva, o Geração Futuro e o Renault Experience, além dos vários programas voltados à mobilidade.

Instituto Renault

As duas primeiras têm beneficiado diretamente a comunidade da Borda do Campo, bairro nas proximidades da fábrica da empresa em São José dos Pinhais, PR, onde 74 % de seus cerca de 18 mil habitantes estão abaixo da linha da pobreza.

Lá o instituto apoia projetos como creches e centros de educação infantil, com gestão municipal, e espaço de acolhimento de crianças e adolescentes que em função de maus tratos foram retirados de suas famílias.

Outra iniciativa, e talvez a mais conhecida, é a Associação Borda Viva, organização sem fins lucrativos que desde 2002 trabalha pelo no desenvolvimento social, segurança alimentar para crianças, geração de renda e no empoderamento feminino por meio do empreendedorismo. O programa distribui mais de 37 mil refeições por ano  para as crianças em idade escolar cadastradas.

Anúncio

Instituto Renault

Em outra vertente, a Casa da Costura, tem garantido renda para mulheres da comunidade por meio da confecção de sacolas, carteiras, mochilas e bolsas com materiais doados por fornecedores da montadora e também por concessionárias da marca. Produtos vendidos em todo o Brasil nas próprias revendas e mais recentemente oferecidos e exportados para a França.

Para qualificação e capacitação para o mercado de trabalho de jovens do bairro, foi criado o Geração Futuro, curso gratuito de formação profissional direcionado para jovens estudantes entre 15 a 24 anos que estejam cursando ou que tenham concluído o Ensino Médio.

LEIA MAIS

→ Governo do Paraná adota frota de dez elétricos Renault Zoe

→ Aos três anos, Kwid segue em ascensão na linha Renault

No período de um ano e meio, três turmas de 40 jovens são apresentados a conceitos administrativos, regras de negócio, comportamento e cidadania, têm aulas práticas de informática, além de comunicação e cálculo matemático.   Da primeira turma, que concluiu o curso no ano passado, 18 alunos foram contratados pela montadora.

Já o Renault Experience busca fomentar empreendedorismo e inovação entre universitários de todo o país na busca por soluções que facilitem o dia a dia da sociedade. Criado em 2008, antes portanto do próprio Instituto Renault, o programa passou por duas reformulações. A segunda, em 2016, adotou o papel de acelerador de startups e desde então já congregou mais de 42 mil estudantes.


Foto: Divulgação