Produzido na fábrica de São Caetano do Sul, SP, desde o início do ano passado, a nova geração do Chevrolet Tracker acaba de atingir 100 mil unidades fabricadas no Brasil, das quais 2/3 foram comercializadas internamente e o restante exportado para países da América do Sul.

Para abrigar a linha da nova geração do SUV compacto, a General Motors investiu na maior reformulação da sua fábrica do ABC paulista, em processo que envolveu dois anos de obras. “Nós implementamos diversas novas tecnologias da indústria 4.0 que trouxeram ganhos não só em produtividade, mas principalmente em segurança, ergonomia e qualidade”, lembra Luiz Peres, vice-presidente de manufatura da GM América do Sul.

A partir da produção local, o SUV da Chevrolet ganhou importante fôlego no País. Suas vendas atingiram 16.045 unidades no primeiro trimestre, com o modelo posicionando no terceiro lugar do ranking do segmento, atrás do Jeep Renegade e do Volkswagen T-Cross, conforme dados da Fenabrave. Em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram comercializadas apenas 4,2 mil unidades, suas vendas quadriplicaram.

Anúncio

LEIA MAIS

Tracker 1.0 Turbo ganha duas versões mais sofisticadas

General Motors quer quadruplicar vendas do Tracker

O novo Tracker, que utiliza uma nova arquitetura global, tem motorização turbo. Ele incorpora itens de conectividade, como o Wi-Fi nativo, e também de comodidade, como o assistente de estacionamento automático, e de segurança, dentre eles o alerta de colisão com sistema de frenagem autônoma de emergência


Foto: Divulgação/GM