Já está à venda na rede de concessionárias Toyota a linha 2023 do Yaris. O modelo é oferecido nas configurações hatch e sedã por preços que partem de R$ 92.190,00 e chegam a R$ 116.990,00. O Novo Yaris, como prefere nomear a montadora, mudou muito pouco com relação ao produto que foi lançado em 2018 e desde então teve discreta participação nas vendas de seus segmentos e da própria marca.

A Toyota deixa claro que a prioridade na primeira atualização foi a melhora do custo-benefício, com aumento da oferta de conteúdos de série, sobretudo de segurança, e de um motor mais moderno e potente. A partir de agora, tanto hatch quanto sedã dispõem somente do motor 1.5 flex de 110 cavalos de potência. O 1.3 oferecido até a linha 2022 foi definitivamente aposentado.

toyota

Perceptível mesmo são as alterações na grade e pára-choque dianteiros, detalhes nos farois e luzes diurnas e nos revestimentos internos das versões de entrada e intermediária — nem mesmo as lanternas traseiras foram modificadas.

A  linha Yaris tem agora três versões de acabamento —  XL, XS e XLS —, todas equipadas com transmissão automática CVT de sete velocidades e modos de condução Eco e Sport, além de central multimídia com tela de 7 polegadas compatível com Android Auto e Apple Carplay. Para os passageiros do banco traseiro, estão disponíveis duas novas entradas USB.

Os preços sugeridos

Yaris Hatchback XL R$ 92.190,00
Yaris Hatchback XS R$ 101.490,00
Yaris Hatchback XLS R$ 112.690,00
Yaris Sedã XL R$ 96.390,00
Yaris Sedã XS R$ 104.990,00
Yaris Sedã XLS R$ 116.990,00

 

Ar-condicionado digital e computador de bordo com tela de 4,2′′ em TFT de alta resolução são de série na versão intermediária XS e na topo XLS, que pode sair de fábrica também com teto solar elétrico.

A lista de equipamentos de segurança adotados no modelo desde 2018 foi ampliada na linha 2023. Já eram conhecidos como recursos de série em todas as versões controles de tração e de estabilidade e assistente de subida em rampa. Agora estão disponíveis também sete airbags e avisos sonoros de cinto de segurança para passageiros traseiros.

Nas versões XS e XLS foram incorporados alerta de evasão de faixa de rolagem e sistema de pré-colisão, que emite alerta sonoro e visual ao motorista, e fornece carga extra na frenagem. Não se tratam de sistemas autônomos, com correção e atuação automáticas, como os já presentes em muitos produtos nacionais.

  Perto de 60 mil unidades produzidas em 2022

O Yaris é fabricado em Sorocaba, SP. Desde novembro, a fábrica tem trabalhado em três turnos para dar conta da demanda do Corolla Cross, já o segundo veículo mais vendido da marca no mercado interno, do Etios exclusivo para exportação e ofertar a nova linha do Yaris em volumes suficientes para a atender a procura desde o primeiro dia de venda.

Anúncio

José Ricardo Gomes, Gerente Geral Comercial da Toyota, diz que, da capacidade produtiva anual de 158 mil veículos em três turnos, perto de 37% serão destinados ao hach e sedã em 2022, algo próximo de 58 mil a 60 mil unidades. O mercado interno deve absorver de 80% a 85% desses veículos, cabendo o restante para a exportação a mercados como Argentina, Colômbia e Uruguai.

Mesmo sem precisar objetivos de vendas para cada uma configurações, Gomes calcula que o hatch deve responder por 60% dos licenciamentos da linha no Brasil e a sedã, naturalmente, pelos 40% restantes.  “A versão de entrada XL representará uns 25%, a XS 50% e a topo XLS também 25%”, estima o executivo.

toyota

Feito os cálculos e confirmadas as expectativas, o Yaris deverá permanecer  apenas como o terceiro produto mais vendido da marca, atrás do Corolla e do Corolla Cross. Também seguirá longe da briga pela ponta dos segmentos de hatches pequenos e sedãs compactos, segundo classificação da Fenabrave. “A Toyota se preocupa mais com a qualidade e satisfação dos clientes, que cresce ano a ano”, rebate Gomes, citando pesquisas sobre pós-vendas realizadas entre clientes da marca”.

→ Toyota investirá US$ 35 bilhões em 30 veículos elétricos a bateria

→ Motor híbrido a etanol é só uma das opções da Toyota para o Brasil

No segmento de hatches, o modelo ocupou a quarta colocação com 21,1 mil unidades negociadas em 2021, muito atrás do terceiro colocado,  o Chevrolet Onix,  que, mesmo sem produção ao longo de meses, teve 73,6 mil unidades licenciadas. O líder foi o Hyundai HB20: somou 86,5 mil licenciamentos, quatro vezes mais do que o Yaris.

O quadro entre os sedãs não é muito diferente. O Yaris acumulou 12,4 mil unidades no ano passado, atrás do Volkswagen Virtus (20,5 mil) e muitíssimo aquém do Chevroleti Onix Plus, que, com 54,7 mil licenciamentos, respondeu por 51% das vendas do segmento disputado ainda pelo Nissan Versa, o Honda City e Caoa Chary Arrizo 5.

Um salto nesses rankings, porém, pode estar reservado para 2023 ou 2024, quando  a Toyota lançará o Yaris híbrido no País, já que a marca tem definida, até por política mundial, a eletrificação de todos os seus veículos.


Foto: Divulgação